Como se preparar para abrir o seu próprio negócio!

13, outubro, 2017
Jeniffer Elaina da Silva

Pensando em abrir o seu próprio negócio, mas não sabe por onde começar? Então, o presente conteúdo foi elaborado especialmente para você!

Empreender não é uma tarefa simples e nós sabemos o quanto essa decisão pode causar insegurança e gerar uma série de dúvidas. Exatamente por isso, trouxemos para o blog um artigo repleto de informações e dicas para você que deseja se tornar um empreendedor de sucesso.

Se você já se decidiu pelo universo do empreendedorismo, mas está um pouco perdido em meio a tantas responsabilidades e informações, fique atento aos tópicos a seguir e aprenda a se preparar para ser dono do próprio negócio.

Solicite seu empréstimo agora, preencha nosso formulário de cotação, clique aqui.

Boa leitura!

Como saber se a sua ideia é realmente boa

Como saber se a sua ideia é realmente boa

Abrir uma empresa é uma decisão que gera inúmeros impactos na vida de uma pessoa e, exatamente por isso, é preciso dar um passo de cada vez e se certificar de que a estratégia escolhida é realmente promissora.

Portanto, se você já tem uma ideia de negócio, o primeiro passo é avaliar se ela é tão boa o quanto você imagina. Sim! Muitas vezes nos entusiasmamos muito com uma possibilidade e acabamos nos esquecendo de testar sua viabilidade.

Solicite seu empréstimo agora, preencha nosso formulário de cotação, clique aqui.

Esse é um erro que pode ser fatal e é um dos principais motivos para que muitas empresas deixem de existir com pouco tempo de funcionamento.

Portanto, a dica é estudar o mercado em que pretende atuar com atenção. Nesse cenário, o ideal é realizar uma pesquisa de mercado, mas caso não seja possível, faça pesquisas na internet e leia bastante notícias sobre economia, inovação e tendências.

Procure não tomar a decisão com base apenas em suas observações pessoais. Estude bastante o mercado ao seu redor e descubra:

  • Existem concorrentes ao meu redor?
  • O que eu posso oferecer de diferente das demais empresas?
  • O consumidor precisa desse produto/serviço?
  • Minha ideia é capaz de mudar o cotidiano das pessoas para melhor?
  • Quanto pagaria e com qual frequência alguém compraria meu produto/serviço?

Como conseguir investimentos

Conforme demonstrado, saber se a sua ideia não é apenas uma ilusão é importante para abrir um negócio de sucesso. No entanto, mesmo que a ideia seja boa, é possível que você não disponha de todo o capital necessário para isso e precise conseguir investimentos.

Se essa é sua situação, fique atento a algumas questões!

Via de regra, o endividamento inicial é algo que se deve evitar. As instituições bancárias oferecem uma série de produtos voltados às pessoas jurídicas, mas é preciso tomar cuidado com o quanto isso pode afetar a saúde financeira do negócio. Afinal, crédito fácil é sinônimo de juros altos.

Portanto, procure planejar bem seus custos e definir o valor necessário para que você comece a empreender. Em seguida, procure por linhas de crédito alternativas, como o peer to peer e os consórcios. A ideia é encontrar uma taxa de juros justa e interessante.

Caso opte por fazer um financiamento empresarial, pesquise e estude bastante antes de assinar o contrato. Avalie o custo efetivo total de cada proposta e escolha uma que possa ser paga sem afetar o funcionamento da empresa.

Os primeiros passos para concretizar o sonho de abrir o seu próprio negócio

O Brasil é um ótimo país para empreender. Em 2016, segundo a Pesquisa Global Entrepreneurship Monitor(GEM) nossa taxa de empreendedorismo ficou em 36%, demonstrando que o brasileiro investe bastante no sonho de se tornar dono do próprio negócio.

Mas, para que tudo dê certo e sua empresa consiga se firmar no mercado, é necessário ter planejamento e seguir alguns passos iniciais. Quer saber quais são? Acompanhe!

1. Conheça o mercado

O primeiro passo que qualquer jovem empreendedor deve dar é conhecer o mercado. A falta de conhecimento sobre aquilo com que pretende trabalhar dificulta bastante o dia a dia da empresa e pode inviabilizar a concretização desse sonho.

Sendo assim, pesquise e converse com pessoas que atuam no mesmo segmento, leia notícias, observe o mercado, visite os possíveis concorrentes e descubra os pontos positivos e negativos de apostar na área.

2. Determine o seu investimento

Já falamos no tópico anterior como conseguir investimentos para abrir uma empresa. Mas, antes de sair procurando investidores, é preciso definir quanto você precisará.

Ressalta-se que esse é um passo fundamental, já que você descobrirá que o retorno do investimento poderá ser a curto, médio e longo prazo. Com esses dados em mãos, é possível se programar melhor e definir o valor que você precisa ter em caixa para funcionar.

3. Organize-se

Depois de seguir esses passos, você precisa se organizar. Lembre-se de que empreender afetará toda a sua vida e modificará seus horários e compromissos cotidianos. Por isso, é importante ter tudo organizado e planejado.

Para não se perder em meio a tantas responsabilidades, coloque todas as suas ideias no papel:

  • Localização da empresa;
  • Número de funcionários necessários;
  • Possíveis parceiros;
  • Produtos e serviços que serão oferecidos;
  • Público alvo;
  • Horários de funcionamento da empresa;

4. Escolha um nome para sua empresa

A escolha do nome da empresa é uma decisão muito estratégica. Afinal, para vencer a concorrência é preciso chamar a atenção do consumidor, e não há nada mais eficiente que um bom nome para isso.

Mas, fique atento! Não escolha um nome com base em modismos e procure criar uma marca que seja chamativa e atemporal. E, é claro, não se esqueça de elaborar uma boa logomarca.

5. Dedique-se às questões burocráticas

Ter uma ideia inovadora e coragem para empreender não é suficiente para abrir uma empresa. Na verdade, existe uma série de exigências legais e burocráticas a serem cumpridas.

É preciso reunir diversos documentos, providenciar o CNPJ e escolher o regime de tributação. Por isso, pesquise bastante a respeito — aqui no blog é possível encontrar muitos conteúdos que podem ajudá-lo nessa fase.

Caso se sinta inseguro, é possível consultar um advogado ou investir em uma assessoria empresarial. Assim, você conseguirá vencer toda a burocracia para abrir seu empreendimento.

6. Planeje a inauguração

Depois de definir todos os pontos cruciais do negócio, é hora de planejar como será a sua inauguração.

Como você está entrando no mercado, é importante que as pessoas saibam que seu negócio começará a funcionar, por isso invista em marketing e divulgação.

Outra estratégia interessante e que rende bons frutos, é promover promoções de inauguração. Ofereça vantagens aos clientes e conquiste-os! Lembre-se de que “a primeira impressão é a que fica” e essa é uma excelente oportunidade para fidelizar um público.

Os desafios mais comuns ao abrir uma empresa

Os desafios mais comuns ao abrir uma empresa

Nem tudo são flores no universo do empreendedorismo. Quem deseja se arriscar nesse mundo deve compreender e estar preparado para os inúmeros desafios a serem enfrentados nessa fase inicial do negócio. Acompanhe:

1. Dificuldade em gerir o negócio

Assim que abrem a empresa, muitos empreendedores se deparam com um dos maiores desafios de ser dono do próprio negócio: a gestão.

Gerir uma empresa é uma missão complexa e que demanda capacitação. Afinal, manter as finanças organizadas, o estoque em dia, os funcionários motivados e as vendas sempre em alta não é fácil.

Portanto, é preciso apostar em capacitação. Um empreendedor de sucesso está sempre em busca de novos conhecimentos e reúne múltiplas habilidades e conhecimentos em comunicação, gestão financeira e comercial e logística.

2. Capital de giro insuficiente

A falta de capital de giro é outro grande desafio dos jovens empreendedores. Via de regra, esse é um problema que tem suas raízes ainda no planejamento e elaboração do plano de negócios e representa um grande risco à sobrevivência da empresa.

Para que isso não ocorra com você, procure ter domínio de questões básicas de sua empresa, como o fluxo de caixa, os encargos e impostos a pagar, o custo operacional, a necessidade de reposição de estoque e até mesmo de investimentos em máquinas e ferramentas de trabalho.

3. Não saber lidar com funcionários e colaboradores

A gestão de pessoas também pode ser apontada como um desafio para empreendedores iniciantes. Isso porque, as pessoas são consideradas um dos maiores bens que uma empresa pode ter e é preciso se esforçar para reter talentos em seu time.

Aliás, é importante ressaltar que esse é um desafio até mesmo para as grandes empresas do mercado e há uma busca constante por estratégias e boas práticas que possam contribuir para a motivação dos funcionários e a formação de profissionais de excelência.

4. Resistência à inovação

Vivemos em um mundo globalizado que tem mudado consideravelmente o perfil do consumidor contemporâneo. Atualmente, as pessoas buscam por novidade e as empresas que não investem em inovação acabam ficando em desvantagem no mercado.

Em outras palavras, para que um negócio sobreviva é necessário ser inovador. Dar ao consumidor novos produtos e serviços, pensar em novas formas de agir perante a antigos problemas é um desafio que, quando superado, traz resultados expressivos à empresa.

Portanto, procure abrir a mente e se estabelecer no mercado como uma empresa inovadora. Mostre o quanto seu negócio é diferente e o quanto ele está disposto a mudar para dar aos seus clientes uma experiência de compra diferenciada e qualificada.

Aprendemos bastante no post de hoje, não é mesmo? Conforme exposto, abrir o seu próprio negócio é uma decisão que exige coragem e persistência para vencer. Se você é um dos milhares de brasileiros que possuem o sonho de empreender, se informe, estude, não desista e, é claro, utilize todas as informações apresentadas nesse post para começar a sua jornada da maneira correta!

Então, o que acha de aprender um pouco mais? Veja como empreendedores podem identificar problemas para gerar oportunidades!

Artigo produzido pela equipe do Saia do Lugar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Como fazer o seu emprestimo online
Selecione o tipo de empréstimo que você deseja no topo do site.
Escolha um dos sites parceiros para solicitar seu empréstimo.
Preencha o formulário e confirme a sua solicitação.
Prestamos um serviço completamente gratuito para você
NUNCA faça qualquer tipo de depósito para conseguir seu empréstimo. Ficou com dúvida?
Leia nossos artigos para fazer um empréstimo seguro!