A Crise hídrica e o preço da energia: como reduzir o consumo para controlar o orçamento

27, Março, 2015
Regina Di Ciommo

A crise das reservas de água para abastecimento no sudeste e nordeste do Brasil leva também a um outro problema, o da falta de energia. O resultado é que as contas de luz estão mais caras e há multas para quem consumir mais água. Esses fatores se refletem no aumento da inflação. Se você não ficar atento para reduzir o consumo de água e energia sem dúvida vai ver os efeitos negativos no seu orçamento. Então, a hora é de economizar!

A economia está em todos os momentos da nossa vida. Ficar alerta e consciente para o desperdício faz com que consigamos administrar melhor o nosso orçamento. Mas não é só isso, passamos a ficar mais atentos ao que acontece na situação financeira de todos quando existem desequilíbrios ambientais. A consequência também pode ser muito boa, pois o que se paga mais caro é valorizado e não é jogado fora. Está aí o resultado mais positivo da crise hídrica e energética.

Mas como fazer para evitar o desperdício? A média de desperdício de energia no Brasil está em torno de 15%. É uma energia cara, produzida pelas usinas hidrelétricas e termoelétricas e que é jogada fora. As previsões indicam que as tarifas vão aumentar ainda mais e quem não se preparar vai pagar uma conta bem salgada. A economia de cada um não é apenas particular, mas contribui para que seja reduzido o risco de apagões, que prejudicam a vida de todos.

Mas você pode começar desde já a mudar seus hábitos de consumo para diminuir as despesas com energia e água. Para começar, você deixa seus aparelhos no modo “stand by”, ou seja, desligados mas com o sinalizador vermelho ligado? A TV, o micro-system, o DVD, cafeteiras, etc., ligados na tomada, mesmo sem estar sendo utilizados, consomem energia.

O seu notebook costuma ficar ligado constantemente? Pois economize desligando quando não estiver usando. Durante o dia, se for continuar um trabalho, utilize o modo “suspender” no controle inicial, que corta bastante o consumo de energia e conserva o que você estiver utilizando. Ao final do dia o computador deve ser desligado.

Os carregadores de bateria de celular, tablets, etc., que ficam plugados na tomada o tempo todo, estão a consumir energia, que é desperdiçada. Se não estiver carregando, retire da tomada.

As lâmpadas incandescentes consomem aproximadamente 5 vezes mais energia do que as lâmpadas fluorescentes, para fornecerem a mesma intensidade de luz. A lâmpada de LED é a mais econômica, consumindo um décimo da energia requerida pela lâmpada incandescente, além de durarem 35 vezes mais, segundo o Inmetro.

A economia anual com a substituição das lâmpadas é muito grande, mesmo considerando o custo com a substituição da lâmpada. Os aparelhos mais eficientes, como as geladeiras da categoria A, por exemplo, são muito mais econômicos.

A energia que todos economizam é o que faz a energia de todos ficar mais barata. Se houver um esforço coletivo para reduzir ao máximo o consumo de energia, preservando os limites do conforto que precisamos, teremos a energia mais barata. Na crise atual, com a redução do consumo teríamos menos necessidade de acionar as usinas termoelétricas, que são as que fazem surgir a bandeira vermelha da energia cara na sua conta de luz.

Aqui vão mais algumas dicas para que você reduza suas despesas com energia e preserve não somente o seu orçamento, mas o meio ambiente:

    •  Compre eletrodomésticos que tenham o selo Procel de economia de energia
    • Mantenha as portas e janelas fechadas quando o ar-condicionado estiver ligado. Programe o aparelho para desligar durante a madrugada.
    • Junte uma grande quantidade de roupa para usar a máquina de lavar roupas. Tente realizar uma lavagem de roupas brancas e de cor clara e em outro dia a lavagem com roupas escuras. Evite ligar a máquina de lavar mais de duas vezes por semana. Assim você vai economizar energia, água, sabão e não corre o risco de misturar as cores e manchar suas roupas.
    •  Junte uma boa quantidade de roupa para passar a ferro de uma só vez, se possível uma vez por semana.
    • Ligar o ferro aumenta em várias vezes o seu consumo de energia. O calor do ferro desligado pode ser aproveitado para passar peças íntimas.
    • A fiação da casa deve estar em bom estado, para evitar o desperdício de energia elétrica.
    • A televisão deve ficar desligada se ninguém estiver assistindo. Não durma com o aparelho ligado, a não ser que programe a TV para desligar sozinha.
    • Secar roupas atrás da geladeira faz aumentar o consumo de energia.
    • Forrar as prateleiras da geladeira com plásticos aumenta o consumo de energia, por impedir a circulação do ar frio. Verifique sempre se a borracha de vedação da porta está em bom estado.
    • Guardar líquidos ou alimentos quentes na geladeira aumenta o consumo do aparelho e a conta de energia.
    • Não instale a geladeira do lado do fogão ou encostada na parede que recebe o sol da tarde, isso vai fazer com que ela tenha que trabalhar muito mais e consumir mais energia.
    • Utilize lâmpadas adequadas para cada ambiente. Para leitura e na cozinha eles devem ser mais fortes. Em ambientes sociais elas podem ser mais econômicas.
    • Desligue o ar condicionado do seu escritório meia hora antes do expediente e durante a hora do almoço. No inverno, use só o ventilador.
    • Utilize cores claras nas paredes e no teto, para reduzir a necessidade de iluminação artificial.
    • Verifique a possibilidade de instalar um aquecedor solar na sua casa.
    •  No verão deixe o chuveiro na posição verão, evite deixar na posição inverno e depois esfriar a água aumentando a pressão, pois o desperdício será duplo, de água e de energia.

Artigos relacionados:

Compartilhe esse artigo

2 Comentários

  • Elisa A. Sabino da Costa says:

    Bom dia,

    Tenho uma pendência com a Casas Bahia, no valor de 500 reais e pretendo limpar meu nome para tentar montar um marmitex. Meu marido está desempregado há 5 meses.

    Grata

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Como fazer o seu emprestimo online
Selecione o tipo de empréstimo que você deseja no topo do site.
Escolha um dos sites parceiros para solicitar seu empréstimo.
Preencha o formulário e confirme a sua solicitação.
Prestamos um serviço completamente gratuito para você
NUNCA faça qualquer tipo de depósito para conseguir seu empréstimo. Ficou com dúvida?
Leia nossos artigos para fazer um empréstimo seguro!