Dicas para contratar um empréstimo

Dicas para contratar um empréstimo Cuidados ao contratar um empréstimo pode evitar que se contraia novas dívidas.

Quem pretende contratar um empréstimo porque está sem dinheiro e precisa pagar as contas, deve se informar com antecedência de como isso funciona. Isso porque quando isso não é feito de forma cuidadosa a dívida pode aumentar as contas ficarem ainda mais difíceis de pagar.

Então antes de sair contratando é preciso saber quais são as modalidade de empréstimos disponíveis no mercado.

Solicite seu empréstimo agora, preencha nosso formulário de cotação, clique aqui.

Empréstimo pessoal

Essa modalidade é feita por meio de bancos ou financeiras, sendo que o dinheiro é disponibilizado ao cliente e esse deve ser pago em algumas parcelas. Normalmente ele só á aprovado após a análise de crédito.

Empréstimo consignado

Disponibilizado para funcionários públicos e de empresas particulares, o desconto das parcelas ocorre diretamente em folha de pagamento, por conta disso possui juros menores. Ele é ofertado por instituições financeiras conveniadas com o governo ou com as empresas que contam com essa facilidade.

Cheque especial

Pode não parecer, mas essa também é uma modalidade de empréstimo, afinal se faz o pagamento com um dinheiro que não está disponível em conta. Sendo assim o banco empresta a uma determinada taxa de juros, que costuma ser bem alta.

Penhor

Nesse caso um bem ficará em possa da instituição que emprestou o dinheiro e só poderá ser resgatado após o pagamento das parcelas. O grande problema é que se essas não forem pagar o prejuízo pode ser grande.

Solicite seu empréstimo agora, preencha nosso formulário de cotação, clique aqui.

Cuidados para contratar um empréstimo

Depois de conhecer as modalidades disponíveis é preciso se atentar na hora de fazer a escolha e a contratação. Veja as dicas que separamos.

  • Não solicite um empréstimo sem saber exatamente do valor que irá precisar. Pegue emprestado somente a quantia que será necessária, sem “extras” para não pagar a mais.
  • Compare todas as opções disponíveis, buscando as que possuem os menores juros e as melhores facilidades para pagamento. Pesquisa bastante e em diversas intuições financeiras, não se prenda apenas a uma.
  • Verifique se a empresa com a qual está fazendo o financiamento é de confiança, busque referência com outros clientes. Quando o empréstimo é feito de forma muito facilidade ou requer um depósito de antecipação, desconfie.
  • Avalie o CET (Custo Efetivo Total), com ele é possível saber qual o valor que deverá ser pago pelo dinheiro que está tomando emprestado. Dependendo dos juros esse valor pode quadruplicar.
  • Verifique a melhor data de pagamento para que não ocorra atraso nas parcelas. Quando essas não são pagas até o vencimento, há a incidência de juros e multa, elevando ainda mais o valor.
  • Providencie toda a documentação solicitação pela instituição financeira para que o pedido de empréstimo não seja negado.
  • Leia com atenção o contrato antes de assiná-lo, se houver algum item que não concorda ou que não esteja claro é preciso se informar antes sobre ele.
  • Recorra ao empréstimo se não houver outra forma de colocar suas contas em dia, muitas vezes uma negociação com a empresa credora pode ser mais vantajoso do que pegar mais dinheiro emprestado.

Sobre o autor: Jeniffer Elaina da Silva

Jeniffer Elaina trabalha como Editora freelancer, tendo mais de cinco anos de experiência em escrita e revisão de artigos para web. É formada em Marketing com pós-graduação em Administração de Empresas na FGV Bauru. Sua maior paixão é poder compartilhar conhecimentos e aprender um pouco mais a cada dia.


Discussão

Sem comentários. Seja o primeiro a responder!

Postar um comentário