December 11 2015

Jeniffer Elaina da Silva

Juros bancários e do cartão de crédito aumentaram

Juros bancários e do cartão de crédito aumentaramO Brasil está passando por um cenário econômico bastante conturbado porque os investidores estão inseguros, o desemprego tem aumentado a cada dia, a produção industrial tem diminuído, o número de inadimplentes tem aumentado assim como a inflação e para agravar ainda mais tudo isso os juros não param de subir.

Segundo uma pesquisa realizada pela Associação Nacional dos Executivos de Finanças (Anefac) a média dos juros para pessoas físicas em outubro foi de 132,91% ao ano, maior do que a do mês anterior que havia sido de 131,11% ao ano. Para chegar a esses números foram avaliados juros do comércio, cartão de crédito rotativo, cheque especial, CDC, empréstimo pessoal em bancos e financeiras.

Quando analisado apenas o cartão de credito ele tinha uma taxa de 361,40% a.a. em setembro, porém em outubro essa taxa já havia subido para 368,27%. O cheque especial apresentou as maiores taxas de juros desde setembro de 1999, sendo que essas chegaram a 226,39% a.a. em outubro.

As empresas também não saíram ilesas e houve aumento no crédito para pessoas jurídicas passando de 62,33% a.a. em setembro para 63,08% a.a. em outubro.

Solicite seu empréstimo agora, preencha nosso formulário de cotação, clique aqui.

Já outra pesquisa realizada pelo Fundação Procon-SP também fez um levantamento e concluir que em outubro os juros do cheque especial estavam em 12,28%. A pesquisa considerou 7 grandes instituições financeiras do país, e dessas 5 tiverem um crescimento nas suas taxas de cheque especial e 1 no empréstimo pessoal.

A Caixa Econômica Federal foi que apresentou a maior alta no cheque quando comprado setembro a outubro, sendo que essa passou de 10,35% para 11,38% ao mês. Na sequência aparece o Santander com um crescimento de 4,21%, Banco do Brasil com 3,69%, Itaú com 2,58% e por último o Bradesco com variação de 2,41%.

E empréstimo pessoal também teve um leve aumento em relação ao mês anterior e passou de 6,26% para 6,27%. De todos os bancos pesquisados o único que teve aumento nesse tipo de empréstimo foi o Bradesco que elevou sua taxa de 6,57% para 6,61% ao mês.

Solicite seu empréstimo agora, preencha nosso formulário de cotação, clique aqui.

Segundo a Anefac esses aumentos ocorrem por cota do aumento da inadimplência e devido ao cenário econômico. Além disso, existe o aumento da inflação, juros, impostos diminuição da renda familiar e o desemprego. Todos esses fatores devem permanecer em 2016 e para atentar diminuir a perdas financeiras os bancos estão tentando compensar isso aumentando os juros.

Sobre o autor: Jeniffer Elaina da Silva

Jeniffer Elaina trabalha como Editora freelancer, tendo mais de cinco anos de experiência em escrita e revisão de artigos para web. É formada em Marketing com pós-graduação em Administração de Empresas na FGV Bauru. Sua maior paixão é poder compartilhar conhecimentos e aprender um pouco mais a cada dia.

Gostou do nosso artigo? Que tal aproveitar e realizar uma simulação de empréstimo e receber excelentes propostas através dos parceiros do site Emprestimo.org
Clique Aqui!

Muitos leitores realizaram a simulação de um Empréstimo através de nosso site!

De quanto dinheiro você precisa?


Discussão

Sem comentários. Seja o primeiro a responder!

Postar um comentário