May 17 2011

Guilherme da Luz

Os 10 melhores blogs sobre: “Finanças pessoais”

Uma das tarefas mais complicadas que existem na vida é tentar economizar dinheiro para a realização de um projeto pessoal: seja comprar uma casa, um carro, viajar ou até mesmo juntar dinheiro para o seu casamento.

Tem muita gente que trabalha bastante, possui um ótimo salário mas chega no final do mês sem um tostão no bolso.

Nem sempre é fácil economizar dinheiro.  Porém, em muitos casos, o que você deve estar precisando mesmo é de uma boa educação financeira.

É tudo uma questão de princípios. É saber como controlar os seus gastos e saber onde investir o seu dinheiro para que a sua saúde financeira ande sempre de bem com você.

O site empréstimo.org  preparou uma lista com os 10 melhores blogs que tratam do assunto “Finanças pessoas”.

Visite os sites para ter um conhecimento global deste assunto e ter a certeza de que daqui pra frente você vai ter a sua situação financeira bem mais saudável .

Guilherme da Luz

 

http://www.oguardiaodoseudinheiro.com.br/

O blog do Raphael Cordeiro, que é especialista em finanças, consultor e palestrante,  é um guia de finanças pessoais e investimentos para quem quer saber mais sobre o assunto e ao mesmo tempo proteger o seu patrimônio financeiro. O Guardião do Seu dinheiro está no ar desde 2007 e apresenta várias matérias e artigos atualizados  sobre economia, educação, planejamento financeiro, renda fixa e muito mais.

 

financaspessoais.blog.brhttp://financaspessoais.blog.br/

É um site com tudo a respeito de finanças pessoais em um só blog. Dicas para você não entrar no cheque especial, razões para sair da poupança e um guia de “Finanças Práticas” que oferece ótimas dicas para várias etapas da sua vida.

http://financaspessoais.blog.br/financaspraticas/etapas-da-vida/

 

economia.uol.com.brhttp://economia.uol.com.br/financas/

O portal UOL oferece uma sessão de economia e finanças pessoais com vários assuntos relacionados a este tópico. O site possui informações atualizadas e dicas para aplicações e investimentos que vão deixar você por dentro do mundo financeiro.

http://economia.uol.com.br/guias/

 

financenter.com.brhttp://www.financenter.com.br/

É um guia completo de finanças pessoais. O site possui uma área de Planejamento Financeiro com um excelente artigo para você fazer um planejamento completo de sua Finanças.

http://www.financenter.com.br/Index.cfm/Fuseaction/Secao/Id_Secao/435

 

pedropaishttp://www.pedropais.com

É um blog português sobre finanças pessoais. Você vai encontrar artigos e ferramentas úteis para a orientação de suas finanças pessoais e também um espaço aberto à discussão, onde você pode aprender com outras pessoas.

Artigo sugerido: http://www.pedropais.com/poupanca-e-utilidades/calculadora-de-despesas

 

queroficarricohttp://www.queroficarrico.com

É um blog muito bem elaborado e que cria um espaço de discussão para assuntos relacionados a Economia, finanças pessoais e investimento com uma linguagem simples, informal e inteligente. O site oferece ainda um curso gratuito online bem interessante sobre Educação Financeira.

http://queroficarrico.com/blog/2011/03/04/a-classe-alta-novo-curso-de-educacao-financeira/

 

economia.ig.com.brhttp://economia.ig.com.br/financas/p1237553952234.html

É um guia de Finanças Pessoais na sessão de economia do portal IG. O guia de Finanças Pessoais trata de vários tópicos relacionados a este assunto, inclusive um guia para você ter uma idéia de quanto dinheiro você precisa juntar para realizar o seu sonho.

http://economia.ig.com.br/financas/meu+sonho/n1237561948010.html

 

artigonalhttp://www.artigonal.com/financas-pessoais-artigos/

É uma miscelânea de diretório de artigos gratuitos, e que oferece uma sessão de “Finanças Pessoais” para você poupar, planejar e muito mais. O artigo “Educação Financeira ou Morte” deixa bem claro que é importante que as pessoas aprendam a cuidar do seu dinheiro.

http://www.artigonal.com/financas-pessoais-artigos/educacao-financeira-ou-morte-4344848.html

 

http://bussoladefinancas.blogspot.com/

Se você quer encontrar a direção certa para o seu sucesso no mundo das finanças, o blog “busssola de finanças” é o caminho certo para você começar. O site apresenta indicadores financeiros, cotações, índices e câmbios do mercado, além de artigos especializados sobre o mundo dos negócios.

 

 

http://www.financasforever.com

 

O blog Finanças Forever é um espaço de muito bom gosto e que é preparado com todo o cuidado e dedicação do Everton Ricardo, que é graduado em Gestão de Qualidade e compartilha com os leitores toda a sua experiência na área de investimentos e finanças. Aqui você vai encontrar excelentes artigos sobre orçamento familiar, dívidas, planejamento, promoções na empresa, economia e muito mais. Visite o site Financasforever.com e você vai entender que um bom investimento pode durar para sempre!

 

 

 http://www.produzindo.net

O blog Produzindo.net nasceu com o objetivo de aprender para ensinar. O blog auxilia os leitores a se tornarem excelentes profissionais e ao mesmo tempo pessoas melhores e mais preparadas para as situações do dia a dia. Aqui você vai saber como descomplicar assuntos relacionados a finanças pessoais, negócios e economia através dos excelentes textos publicados nas categorias de negócios, marketing, organização, qualidade, entre outras. Visite o Produzindo.net para saber ainda mais sobre o lema “aprender para ensinar”.

 

 

 

 

Preencha o formulário abaixo! Nossa equipe vai pesquisar para você as melhores opções de empréstimo do mercado, através de bancos e empresas financeiras parceiras!

Serviço Inteiramente Grátis!

Sobre o autor: Guilherme da Luz

Guilherme da Luz, redator e tradutor, nascido em Florianópolis. Formado em Comunicação Social pela Universidade do Sul de Santa Catarina, já trabalhou em várias agências de propaganda em Santa Catarina e como freelancer, em Londres. Traduziu e segmentou campanhas publicitárias para o Brasil para clientes como YouTube, Wella, Chevrolet, Volvo, Sotheby's e Benetton. Participou também da organização dos Festivais Cannes Lions e D&AD.


Discussão

Joao Crawford June 17, 2011 at 8:31 pm

Excelente lista. De todos, penso que o fórum do blog do Pedro Pais é o mais útil.

Aprenda mais sobre finanças na internet – Blog dos Empreendedores September 29, 2011 at 6:55 pm

[...] dá a sua lista do que considera os dez melhores sites para uma boa educação financeira. Clique aqui e confira todos os sites recomendados. Cada um tem uma característica diferente e pode ajudá-lo [...]

joao luiz da silva January 2, 2012 at 10:21 pm

Boa tarde,
Estou precisando de um empréstimo no valor de R$ 8.000,00. Podem me ajudar?

Atenciosamente.

Antonio Fiuza August 17, 2012 at 2:23 pm

Não acreditem nos produtos financeiros da Orey. É do pior, são uns mentirosos…
Prometem rentabilidade e aconselham produtos que são uma autêntica ruína…
Deviam ser erradicados do mercado. A CMVM devia ver o que se passa. são péssimos profissionais e uns vigaristas…

Demetrio Antunes Bassili November 9, 2012 at 1:23 pm

Os blogs de finanças são muito importantes para esclarecer assuntos, tanto pelos seus artigos e notícias, como pelos comentários de especialistas. Há assuntos polêmicos que se arrastam por décadas, tais como os que tratam de comprovar a existência de capitalização de juros nos financiamentos gerados pela Tabela Price. Existe anatocismo (contagem de juros sobre juros) nos financiamentos gerados pela tabela citada e quando utilizado o SAC, SACRE, etc. Todos os sistemas de amortização que calculam juros sobre o saldo devedor praticam o anatocismo. Do ponto de vista operacional, pagar todos os juros do mês com o valor da prestação, e, do que sobrar, amortizar parte do principal, ou seja, aplicar o método utilizado no mercado e ensinado nos cursos básicos de matemática financeira, citado também no artigo 354 do Código Civil (Lei 10406/02) tem o seu valor, pois é dessa forma que, fácil e comumente, são controladas as variáveis do demonstrativo de evolução do saldo devedor (quadro de amortização). Entretanto, apenas de modo prático, facilitador, contábil pode-se utilizar esse recurso, pois ele, sem intenção, esconde a capitalização de juros. Quando analisamos originalmente a situação, a ciência matemática toma o seu lugar por meio de seus conceitos fundamentais, deixando de lado as técnicas que facilitam os cálculos, pois podem atrapalhar o entendimento do assunto. O homem, se quiser, pode até observar a matemática de forma equivocada, porém nunca poderá mudá-la. O fato de ser possível, com o valor da prestação, pagar todos os juros do mês, e do que sobra, amortizar o principal (artigo 354), existe porque R$ 1,00 de juros vale o mesmo que R$ 1,00 de principal. Portanto, temos duas variáveis distintas (que não deveriam ser distorcidas) com a mesma unidade. Nesse caso, em se tratando de dinheiro e por possuírem a mesma unidade, contabilmente é possível, com o valor da prestação, pagar todos os juros do mês, e do que sobra, amortizar o principal sem afetar a variável “saldo devedor”. Também de forma operacional seria possível o inverso, ou seja, com o valor da prestação, amortizar o principal (parte), e como, inicialmente, nada sobraria desse pagamento, todos os juros permaneceriam, sem afetar também em nada a variável “saldo devedor”. Nesse segundo caso, ao final do financiamento, somente existiriam juros a serem pagos com as últimas prestações. Deve-se dizer que, em ambos os casos, o mesmo financiamento seria quitado com as mesmas prestações pagas nas mesmas datas. O leitor está percebendo que, quando à despesa, não importa se observamos o financiamento dessa ou daquela forma, isto é, pagando os juros primeiramente ou não. O que importa para o mutuário é o quanto está se pagando (o anatocismo não está na forma de controle, e sim no regime de capitalização). A ciência matemática está acima da vontade humana e, nessa análise original, devemos observar o financiamento como a própria ciência estruturalmente o estabelece. Cada prestação mensal, proporcionalmente (se qualquer tendência ou inclinação para qualquer lado) paga parte do principal e parte dos juros, pois nunca poderemos nos esquecer que principal e juros são duas variáveis diferentes essencialmente. Não devemos também, originalmente, dar uma importância maior para qualquer uma delas. Assim, o anatocismo fica evidenciado de forma clara e todas as equações pertinentes ao assunto entram em sintonia com a ótica original exposta. Ao se calcular futuramente o valor das iguais prestações sob regime de juros simples, por exemplo, notamos que o valor é menor do que sob regime de juros compostos com os mesmos dados; e em ambos os casos, a observação original de suas variáveis atestam a precisão dos resultados obtidos em cada um dos regimes de capitalização.
Eng. Demétrio Antunes Bassili. Especialista em cálculos financeiros. Autor do livro: “Retirando os Juros sobre Juros da Tabela Price”. Graduado em Engenharia Eletrônica pela Faculdade de Engenharia Industrial (FEI) e pós-graduado em Administração de Empresas com núcleo de concentração em Análise de Sistemas pela Faculdade de Ciências Econômicas de São Paulo.

Guilherme November 21, 2012 at 5:08 pm

Muito obrigado pelos seus comentários! Um abraço, Guilherme da Luz.

André Bastos May 8, 2013 at 1:50 am

Guilherme,

O seu site é muito bom e de grande serventia. Estou montando um site sobre finanças pessoais, empreendedorismo e gestão empresarial (www.negociosdez.com.br). Faça uma visita lá e deixe um comentário, dicas, etc.

Forte abraço!

Jeane Braga May 19, 2014 at 12:19 pm

Bom dia,

Primeiramente quero parabenizar pelo blog e gostaria de saber se você aceita publicar um guest post sobre financiamento e qual seria o valor?

Desde já agradeço muito.

Clube dos Poupadores May 25, 2014 at 8:41 pm

Olá,

Alguns sites da lista não existem mais. Nos últimos anos novos sites de educação financeira foram lançados. Conheça o Clube dos Poupadores que oferece educação financeira gratuita.

Parabéns pelo site. Um abraço!

Rubens June 4, 2014 at 6:12 pm

Mercado imobiliário em 2014 e alguns indicadores.

Nesse vídeo faço uma breve análise do mercado imobiliário nacional e regional baseado em dados da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas – FIPE.
http://bit.ly/1hYsaCl

Postar um comentário