November 21 2011

Guilherme da Luz

Gestão Financeira: Cuide bem de suas finanças pessoais.

 

Rodrigo Leone, blogueiro do site Vou Investir e parceiro do portal emprestimo.org, preparou um artigo muito interessante sobre gestão financeira para você traçar um plano de vida e cuidar melhor de suas finanças pessoais.

 

Diagnóstico Financeiro Pessoal: o ponto de partida:

Solicite seu empréstimo agora, preencha nosso formulário de cotação, clique aqui.

A gestão financeira pessoal leva em conta, entre outros, diagnóstico, planejamento e controle e deve estar alinhada com seu plano de vida, pois é a sustentação e a gasolina desse plano. Cuidar das finanças pessoais é considerar todos os aspectos financeiros do plano de vida e entender que eles estão ligados entre si, numa engrenagem única.

 

Solicite seu empréstimo agora, preencha nosso formulário de cotação, clique aqui.

O diagnóstico é ponto de partida para a gestão financeira pessoal. É um check-up geral, a fim de tratarmos sua saúde financeira por completo, dando ênfase ao que está pior e é mais danoso, mas atentando para os efeitos colaterais.

No post “Diagnóstico Financeiro Pessoal: o ponto de partida”, apresentamos o questionário de check-up da saúde financeira. Ele se baseia em nossa experiência como consultor e nos questionários propostos pelo IQPF (Institut Québécois de Planification Financière) e por Rattiner (2005) e atua como motivador para a gestão financeira pessoal de forma abrangente e completa.

 

Sobre o Autor: Rodrigo Leone é doutor em Otimização, mestre em Matemática e especialista em Administração Financeira. Sócio-diretor da Leone Consultoria e Treinamento, Asplamark do Brasil, Quick Finanças Pessoais e da Futura Educacional.

Leia o artigo completo em: http://blogs.diariodepernambuco.com.br/vouinvestir/

Artigos relacionados:

Sobre o autor: Guilherme da Luz

Guilherme da Luz, redator e tradutor, nascido em Florianópolis. Formado em Comunicação Social pela Universidade do Sul de Santa Catarina, já trabalhou em várias agências de propaganda em Santa Catarina e como freelancer, em Londres. Traduziu e segmentou campanhas publicitárias para o Brasil para clientes como YouTube, Wella, Chevrolet, Volvo, Sotheby's e Benetton. Participou também da organização dos Festivais Cannes Lions e D&AD.


Discussão

Anne April 11, 2012 at 10:09 pm

Bom dia,
Gostaria de fazer um empréstimo para pagar umas contas que andei fazendo por consumismo. Não sei onde faço e como faço.Gostaria da sua orientação.
obrigada

SIRLEI DOS SANTOS NUNES January 6, 2012 at 2:11 am

Boa tarde,
Gostaria de tirar o meu nome do SPC. Para isso preciso de um empréstimo. Como faço?
Obrigada.

Guilherme January 11, 2012 at 2:31 pm

Sirlei, primeiramente precisamos saber por que seu nome está no SPC? Você está inadimplente mesmo ou deixou de pagar porque está contestando o valor?
Para o segundo caso, sugiro que você procure o PROCON.
Para o primeiro caso, precisamos saber mais dessa dívida: o que comprado? Em quantas parcelas? Quantas você já pagou? Quanto você ainda deve? Quanto estão te cobrando?
Em seguida, precisamos saber se você realmente precisa tomar um empréstimo para quitar essa dívida. Talvez você consiga apertar um pouco seu orçamento doméstico e planejar o pagamento dessa dívida.
Caso isso não seja possível, tente renegociar a dívida com seu credor. Entrem em acordo para parcelar a dívida, dê um valor de entrada e solicite que seu credor tire seu nome do SPC.
Se for preciso recorrer a empréstimo, tente com seus familiares primeiro, depois busque nos bancos a taxa mais atrativa.

Quem responde a sua pergunta é o professor Rodrigo Leone, que é parceiro do site Emprestimo.org e responsável pelo blog “Vou Investir”, do Diário de Pernambuco.

Rodrigo Leone é doutor em Otimização, mestre em Matemática e especialista em Administração Financeira. Sócio-diretor da Leone Consultoria e Treinamento, Asplamark do Brasil, Quick Finanças Pessoais e da Futura Educacional.

Guilherme April 16, 2012 at 10:06 pm

Resposta: Contratar um empréstimo normalmente não é difícil. Mas vamos a uns pontos importantes antes:
1. Você é assalariada com carteira assinada ou é autônoma? No caso de ser autônoma, tem como comprovar renda?
2. Qual a taxa de juros da dívida?
3. Seu nome já está no SERASA ou no SPC?
4. Você tem condições de renegociar essa dívida com o credor?
5. Qual o valor da dívida? Se o valor da dívida estiver em cerca de 20% de sua renda, você conseguirá, sem maiores dificuldades, um empréstimo bancário.
Para contratar um empréstimo, faça uma pesquisa sobre taxa de juros bancários (Caixa Econômica e Banco do Brasil estão com boas taxas desde abril 2012). Escolha a opção mais adequada para você (em termos de taxa e prazo de pagamento, para ter prestações que não desequilibrem seu orçamento doméstico) e pague sua dívida.
Uma vez quitada essa dívida, passe a planejar suas finanças pessoais. Melhores seus hábitos financeiros. Há inúmeros sites com dicas de como resistir ao impulso consumista.

Por: Rodrigo Leone – Blog Vou Investir

Postar um comentário