4 dicas para evitar o golpe do falso boleto bancário


Publicado em 05/07/2018
Autor: Jeniffer Elaina da Silva

Se você fez uma compra no boleto bancário, provavelmente tem feito os pagamentos. Afinal, o boleto é recebido pelo Correio, ou pelo e-mail. Logo, é confiável, certo? Errado! Um dos golpes mais comuns hoje é o golpe do falso boleto bancário.

Para aplicar o golpe do falso boleto bancário, os indivíduos enviam ao consumidor um boleto bastante parecido ao original. Muitas vezes da mesma loja com a qual você possui dívida, e com valores também semelhantes. Graças a essa artimanha, o consumidor dificilmente percebe a troca, e acaba quitado o valor.

A percepção do erro só acontece no momento em que o verdadeiro credor entra em contato. Ou então quando um novo boleto chega. É aí, o problema já está armado: será necessário fazer um Boletim de Ocorrência, solicitar o auxílio de um advogado e “torcer” para receber o dinheiro de volta.

4 dicas para evitar o golpe do falso boleto bancário

Dicas para evitar o golpe do falso boleto bancário

1. Confira seu boleto

Antes de quitar qualquer boleto, é fundamental conferi-lo. Mesmo que você o receba pelos meios comuns e considerados seguras das últimas vezes. Para isso, é importante verificar os dados do beneficiado. O nome, CNPJ ou CPF.

Interessante ainda verificar o código do banco emissor do documento. São eles:

  • 001 – Banco do Brasil S.A.
  • 341 – Banco Itaú S.A.
  • 237 – Banco Bradesco S.A.
  • 033 – Banco Santander (Brasil) S.A.
  • 399 – HSBC Bank Brasil S.A. – Banco Múltiplo
  • 104 – Caixa Econômica Federal

2. Entre em contato com o credor

Na dúvida, é fundamental entrar em contato com o credor. Seja ela uma loja, um banco ou uma Pessoa Física. Ele poderá confirmar os dados do boleto, e atestar se ele é realmente o correto.

Outra opção é acessar o aplicativo banking, caso o banco seja o credor. No programa, o usuário pode verificar todos os dos do documento novamente.

3. Tenha bastante atenção

Boletos fraudados têm uma característica: eles dificilmente serão lidos pelo caixa eletrônico ou pela câmera do celular. Isso porque algumas barras do arquivo são alteradas, para que o consumidor seja obrigado a digitar os números falsos.

Ademais, sempre compare o boleto atual com outros pagos corretamente antes. Caso haja diferenças notáveis, de estilo ou outros dados, entre em contato com a credora.

4. Proteja-se

Há casos em que os boletos são enviados por e-mail. É importante, no entanto, não acessar mensagens de usuários desconhecidos. Caso não venha do canal oficial do credor, a mensagem provavelmente é falsa.

É fundamental ainda não acessar links enviados por e-mail ou SMS. Esse é o principal recurso utilizado para fraudes e “roubo” de dados pessoais.

Atenção é a chave para evitar o golpe do falso boleto bancário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Prestamos um serviço completamente gratuito para você
NUNCA faça qualquer tipo de depósito para conseguir seu empréstimo. Ficou com dúvida?
Leia nossos artigos para fazer um empréstimo seguro!