Viva 2013 sem dívidas!

Data de publicação: 27/12/2012.
Autor: Rosangela Lotfi

O 13º salário injetou R$ 131 bilhões na economia brasileira até 20 de dezembro de 2012, e com ele no bolso muitos consumidores aproveitam para pagar suas dívidas e ficarem livres da inadimplência. Segundo o Serasa Experian, de janeiro a outubro de 2012, cerca de 16 milhões de consumidores brasileiros procuraram seus credores para limpar o nome. A dívida só desparece se for renegociada ou paga e a melhor opção para isso é procurar diretamente o credor.

Que tal fazer de 2013 um ano diferente, sem dívidas e iniciar o saudável hábito de se planejar financeiramente? Uma das causas da inadimplência é o desconhecimento dos benefícios do planejamento financeiro e as vantagens de viver sem dívidas são muitas a começar por construir um futuro mais próspero. Da lista da revista Forbes que relaciona os 400 norte-americanos mais ricos, 75% afirma que a melhor maneira de construir a riqueza e alcançar sucesso financeiro é ficar livre das dívidas.

O primeiro passo é fazer um diagnóstico financeiro, inicialmente mensal e depois anual. No orçamento doméstico devem ser apontados todos os compromissos que ocorrerão no ano, anote aniversários, datas comemorativas e compromissos como IPVA, IPTU, matrícula e material escolar, etc. Cada ocorrência dessas corresponde a uma valor e é preciso anotar a intenção do investimento e gasto. Se você tiver prestações em aberto, os valores devem ser registrados nos respectivos meses,

O segundo passo é determinar quais sonhos você e sua família tem e quando quer realizá-los. Sonhos e desejos custam dinheiro e é preciso registrar no orçamento doméstico quanto custa, o quanto será guardado e em quanto tempo será realizado. Para que a realização dos sonhos seja possível, é preciso guardar dinheiro, respeitando o tempo pré-determinado. Priorizar os sonhos antes das despesas é o segredo para realizá-los, depois é preciso ter bem claro aonde investir o dinheiro para a realização dos sonhos (curto prazo – na caderneta de poupança; médio prazo – CDB, Tesouro Direto, fundos de investimentos, e longo prazo – Tesouro Direto, previdência privada e ações).[leadform]

Pesquisas já realizadas constataram que há excessos de despesas na maioria das famílias brasileiras, um desperdício de 20%, em média, com energia elétrica, água, alimentação, telefone, etc. Realize um diagnóstico financeiro minucioso por categoria de despesa pelo período de 30 dias, incluindo até mesmo o cafezinho e as gorjetas. Dessa forma você saberá para onde está indo cada centavo de seu dinheiro. Aprenda a comprar apenas o que é realmente necessário, o consumo consciente, elimina desperdícios.

Dica importante é ajustar sua vida financeira ao seu real padrão de vida, de nada adianta ter muitas coisas para ostentar se o resultado forem dívidas e um futuro incerto. É preciso ter uma visão clara do que se pode ou não ter.

Se estiver endividado, antes de renegociar com o credor é preciso saber descobrir porque você gasta mais do que recebe, retomar as rédeas de sua vida financeira por meio da reeducação financeira é o grande segredo para iniciar um novo ano sustentável financeiramente.

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Prestamos um serviço completamente gratuito para você
NUNCA faça qualquer tipo de depósito para conseguir seu empréstimo. Ficou com dúvida?
Leia nossos artigos para fazer um empréstimo seguro!